Erro 1

‚ÄĒ Deus Pai ordenou a morte do Seu Filho na cruz sem que houvesse um decreto espec√≠fico e definitivo para a salva√ß√£o de ningu√©m. Aquilo que Cristo adquiriu pela Sua morte poderia ser necess√°rio, proveitoso e valioso, e poderia permanecer em todas as sua partes completo, perfeito e intacto, mesmo que a reden√ß√£o adquirida por Ele jamais fosse aplicada a ningu√©m. Refuta√ß√£o ‚ÄĒ Tal doutrina ofende a sabedoria de Deus e aos m√©ritos de Jesus Cristo e √© contr√°ria √† Escritura. Pois o nosso Salvador diz: ‚Äúdou a minha vida pelas ovelhas ... eu as conhe√ßo‚ÄĚ (Jo 10.15, 27). E o profeta Isa√≠as, referindo-se ao Salvador, diz: ‚Äúquando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, ver√° a sua posteridade e prolongar√° os seus dias; e a vontade do SENHOR prosperar√° nas suas m√£os‚ÄĚ (Is 53.10). Por fim, esse erro contradiz o artigo de f√© que se refere √† igreja crist√£ universal.